Casando com Estilo
 (24) 2247-0691 e (24) 98809-9717
Telefone
e-mail Facebook Pinterest

Fechar Fechar

Gonzalez e Cia

Tradição em família na decoração de Gonzalez & Cia

Por Verônica Soares

&quo
t; width=
Uns dos primeiros eventos decorados pelo casal Eduardo e Jane foi o aniversário de 15 anos da própria filha, Ana Luisa, no ano 2000. As dificuldades financeiras para contratar um decorador levaram a família a elaborar todo o espaço da festa. O resultado foi tão positivo que durante a festa surgiu um outro convite para a decoração de uma Bodas de Prata. De lá para cá, somam-se nove anos de serviços que aliam a tradição e o estilo clássico à sensibilidade de um grupo que trabalha em família. 

Antes de ingressar no mercado de casamentos, o casal Eduardo e Jane fazia arranjos decorativos com flores artificiais e vidro para casa e decoração. Pouco tempo depois, foram convidados pelo Frei Antônio Moser para assumir a secretaria da Igreja de Santa Clara. Na Paróquia, Eduardo e Jane são responsáveis pela ornamentação e conservação da Igreja. Foi então que os casamentos se tornaram uma rotina e a decoração de festas uma profissão. 

Hoje conhecidos como Gonzalez e Cia, Eduardo, Jane e os filhos Ana Luisa e Felipe têm uma característica muito peculiar para quem trabalha com casamentos: são uma família que organiza e decora o momento especial da formação de uma nova família: "Para nós é muito gratificante trabalhar com casamentos, porque acreditamos na importância da formação das famílias, na celebração da união. E um momento muito bonito", destaca Jane. 

Os Gonzalez desenvolveram uma técnica própria de montagem dos arranjos que os caracteriza. A maioria de seus trabalhos são bastante clássicos, e eles se mantêm atualizados através de revistas de decoração e eventos do ramo. Atualmente, uma de suas marcas registradas é o arranjo em vidro com água, que mistura velas e flores de margarida: "Gosto dessa mistura de elementos: fogo, água, terra, E um equilíbrio bonito que dá um visual muito bacana", afirma Eduardo. 

Uma das maiores preocupações do casal é sentir o que os noivos pensam e o que esperam do visual da celebração e da recepção. "Todos os profissionais do ramo repetem, mas é verdade: trabalhamos com um dia de sonho para os noivos. E muita responsabilidade", afirma Eduardo. Para eles, o melhor momento é ouvir os elogios ao final da festa e saber que conseguiram realizar um trabalho que vai além das expectativas. 

Eduardo e Jane já chegaram a reorganizar a decoração de uma festa há apenas uma semana do evento. A dedicação ao relacionamento pessoal com os noivos auxilia na previsão do que esperam para a festa. Nos encontros com as noivas, Eduardo, que é responsável pelo atendimento, mostra o book com toda a trajetória de eventos já realizados e procura obter o maior número possível de informações sobre os gostos dos noivos. Com a proximidade das datas, os detalhes finais são acertados. 

A família Gonzalez costuma ficar durante toda a festa no lugar, de prontidão para supervisionar e resolver qualquer problema que aconteça no decorrer. Outro grande diferencial é o fato de Jane também trabalhar com a confecção de bouquets. Sejam eles fruto da imaginação das noivas ou réplicas de outros modelos, a arte dos bouquets encanta e atrai a atenção de cada vez mais pessoas a contratarem os serviços de Jane. 

Há cerca de um ano, a família também se uniu a Vânia Moreira, prima de Eduardo, para prestar serviços de cerimonial, auxiliando nas demais necessidades para a realização de um casamento. De um modo geral, a família Gonzalez não se limita a organizar os arranjos florais, e também colabora com a organização de mesas de doces, bolo, bem-casados. "Nosso objetivo é que fique tudo harmonioso, a decoração não é só cuidar das flores e dos vasos, mas garantir que o ambiente esteja todo de acordo", afirma Eduardo. 

Eduardo e Jane buscam trabalhar com bastante clareza na relação com os noivos, pois acreditam que na realização da decoração de um casamento nem sempre é possível adquirir todos os tipos de flores - alguns dependem da época, da estação e da disponibilidade de fornecedores. Os Gonzalez costumam trabalhar com outras possibilidades e sugerem um plano "B" para que a noiva fique ciente da necessidade de algumas mudanças em cima da hora. "Fazemos o possível para realizar os sonhos, mas se por um acaso não conseguirmos a flor ou a cor exata, trabalhamos por um resultado tão bom quanto, com o mesmo primor estético", explica Eduardo. 

Entre as dicas para um bom relacionamento com as noivas, Eduardo aposta na confiança no serviço, e na liberdade de criação: "Sempre oriento as noivas para que deixem o serviço fluir normalmente. E muito mais fácil quando trabalhamos com liberdade de escolhas, quando a noiva nos dá algumas sugestões mais deixa que a criação seja elaborada de forma mais livre. Podemos pensar em coisas novas". Jane completa: "Quando a noiva fica muito presa a exigências e detalhes, ela acaba se estressando ainda mais". 

Além do bom relacionamento, o casal destaca a importância de se ter firmeza e jogo de cintura nas negociações, além da criatividade para resolver problemas de última hora. Eles sempre orientam também para que os noivos negociem juntos os serviços do casamento: "E mais gostoso para o casal tomar as decisões juntos. Se envolvem muitas pessoas, acabam tendo opiniões demais e se confundem na decisão", conclui Jane. 

Localização e contato



   

Véu




 

Em que mês casar?

 

  Como marcar o casamento.

Veja a lista de documentos e o que você precisar saber.